• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey SoundCloud Icon

AS CONDIÇÕES DO MEIO AMBIENTE E SEU INSTRUMENTO

Os cuidados básicos em relação aos instrumentos de corda, como guitarras e contrabaixos elétricos, envolvem um todo que se relaciona e interage entre si. As condições do meio ambiente (principalmente umidade relativa do ar e temperatura) têm sido foco de principais atenções de fabricantes, lojistas e, agora, músicos.

A madeira é a principal matéria-prima desses instrumentos. Por isso, o consenso é de que tenhamos uma porcentagem igual de umidade e de secura, ou seja, 50% para cada. Esta é a chamada 'condição ideal' para o instrumento musical como a sua guitarra ou o seu contrabaixo elétrico.

Isso não se aplica a amplificadores, que devem estar sempre em lugares secos e arejados. Muitos técnicos recomendam, inclusive, o uso de dispositivos anti-mofo ou sacos de sílica dentro deles.

Muito úmido

Quando a umidade é excessiva, a irrigação das fibras da madeira é intensa. Isso faz a madeira ficar mais 'mole' e aumenta o risco dela se 'mexer' caso alguma força seja exercida em determinadas partes do instrumento. É no braço que temos o principal problema: o empenamento. A umidade excessiva faz o braço do instrumento empenar para direção das cordas, formando uma 'barriga' para baixo, se você olhar o braço lateralmente, com as cordas voltadas para cima.

As cordas tendem a ficar altas em relação ao braço, dificultando a digitação da escala, além de uma série de outros inconvenientes técnicos que podem piorar com o tempo e levar o músico a gastar um bom dinheiro em reparos.

É importante lembrar que deixar um instrumento afinado em padrão normal em períodos de grande umidade eleva consideravelmente o risco deste tipo de empenamento do braço.

A umidade excessiva também não é boa para as partes metálicas e para captadores e componentes elétricos de sua guitarra e contrabaixo. Procure sempre deixar as peças limpas, checar os componentes elétricos e limpá-los adequadamente.

Muito seco

Já a secura ou tempo seco provoca a retração das fibras da madeira, fazendo-a encolher e perder volume. Com isso, o braço empena para trás, esticando as cordas e deixando a região dos trastes iniciais mais próxima das cordas. Nessa região, teremos 'trastejamento'.

O braço encolhe, mas os trastes, não, porque geralmente são feitos de níquel e alpaca em ligas. Por isso, os trastes irão 'saltar' pela lateral e será possível senti-los passando-se o dedo na lateral da escala. Isso é um indício do encolhimento do braço ou da escala.

Deixar o instrumento em afinação padrão em dias secos é um procedimento coerente.

Medição e controle

Deve-se, portanto, estar sempre atento e, na medida do possível, adequar-se e adequar os instrumentos às condições gerais do ambiente em que se está. Um higrômetro ou medidor de umidade e um medidor de temperatura são imprescindíveis em fábricas, depósitos, lojas, oficinas e na sua casa.

Os fabricantes geralmente ressaltam que seus instrumentos são fabricados em condições ideais e que quaisquer problemas oriundos de condições inadequadas, problemas com o meio ambiente e falta de controle não são cobertas pela garantia do mesmo fabricante. Isso vem escrito naquele manualzinho ou na garantia, coisas que não temos ainda o costume de ler e observar, mas que são muito importantes. Por isso, olho vivo!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey SoundCloud Icon